sexta-feira, janeiro 20, 2017

[Resenha] Cujo - Stephen King

Cujo
Autor: Stephen king
Suma de Letras 
376 páginas


Sinopse: Frank Dodd está morto e a cidade de Castle Rock pode ficar em paz novamente. O serial-killer que aterrorizou o local por anos agora é apenas uma lenda urbana, usada para assustar criancinhas. Exceto para Tad Trenton, para quem Dodd é tudo, menos uma lenda. O espírito do assassino o observa da porta entreaberta do closet, todas as noites. Você pode me sentir mais perto… cada vez mais perto. Nos limites da cidade, Cujo – um são Bernardo de noventa quilos, que pertence à família Camber – se distrai perseguindo um coelho para dentro de um buraco, onde é mordido por um morcego raivoso. A transformação de Cujo, como ele incorpora o pior pesado de Tad Trenton e de sua mãe e como destrói a vida de todos a sua volta é o que faz deste um dos livros mais assustadores e emocionantes de Stephen King.

quinta-feira, janeiro 19, 2017

[Opinando!!!] Spoiler Alert! Vamos falar sobre spoilers

SPOILER ALERT!!!

MENTIRA! Ou quase, o assunto de hoje aqui é sim o temido spoiler, mas prometo que não vou soltar nenhum sem querer e estragar sua leitura, ok?

  
Seguinte, tenho algumas perguntas:
Você já levou algum spoiler?
 Pediu por eles?
 Descobriu sem querer?
 Sabia de tudo e não se importou?

quarta-feira, janeiro 18, 2017

[Tag] Meu Voto é Sim

:
Fonte da imagem: Samantha Rosa
 Estava eu aqui em busca de algo para publicar no blog para quebrar essa onda de resenhas quando decidi ir visitar alguns blogs amigos e encontrei a Tag: Meu voto é sim, lá no Da imaginação à Escrita. Achei bem divertida e tranquila de fazer, logo, resolvi publicar. Quem criou a tag foi o blog Diário dos Livros, ela consiste basicamente em responder perguntas simples alternadas entre sim e não para algumas categorias. Prontos?

segunda-feira, janeiro 16, 2017

[Resenha] Ainda estou aqui - Marcelo Rubens Paiva

Ainda estou aqui

Autor: Marcelo Rubens Paiva
Algaguara
296 páginas




Sinopse: Trinta e cinco anos depois de Feliz ano velho, a luta de uma família pela verdade Eunice Paiva é uma mulher de muitas vidas. Casada com o deputado Rubens Paiva, esteve ao seu lado quando foi cassado e exilado, em 1964. Mãe de cinco filhos, passou a criá-los sozinha quando, em 1971, o marido foi preso por agentes da ditadura, a seguir torturado e morto. Em meio à dor, ela se reinventou. Voltou a estudar, tornou-se advogada, defensora dos direitos indígenas. Nunca chorou na frente das câmeras. Ao falar de Eunice, e de sua última luta, desta vez contra o Alzheimer, Marcelo Rubens Paiva fala também da memória, da infância e do filho. E mergulha num momento negro da história recente brasileira para contar — e tentar entender — o que de fato ocorreu com Rubens Paiva, seu pai, naquele janeiro de 1971.

quarta-feira, janeiro 11, 2017

[Resenha] Escândalo de Cetim - Loretta Chase

Escândalo de Cetim
As Modistas #2
Autora: Loretta Chase
Editora Arqueiro
272 páginas
Skoob


Sinopse: Irmã do meio entre as três proprietárias de um refinado ateliê de Londres, Sophia Noirot tem um talento inato para desenhar chapéus luxuosos e um dom notável para planos infalíveis. A loura de olhos azuis e jeito inocente é na verdade uma raposa, capaz de vender areia a beduínos. Assim, quando a ingênua lady Clara Fairfax, a cliente mais importante da Maison Noirot, é seduzida por um lorde mal-intencionado diante de toda a alta sociedade londrina, Sophia é a pessoa mais indicada para reverter a situação.
Nessa tarefa, ela terá o auxílio do irmão cabeça-dura de lady Clara, o conde de Longmore. Alto, musculoso e sem um pingo de sutileza, Longmore não poderia ser mais diferente de Sophia. Se a jovem modista ilude as damas para conseguir vesti-las, ele as seduz com o intuito de despi-las. Unidos para salvar lady Clara da desonra, esses charmosos trapaceiros podem dar início a uma escandalosa história de amor... se sobreviverem um ao outro.
Em Escândalo de Cetim, segundo livro da série As Modistas, Loretta Chase nos presenteia com um dos casais mais deliciosos já descritos. Além de terem uma inegável química, Sophia e Longmore são divertidos como o rodopiar de uma valsa e sensuais como um corpete bem desenhado.